“A Arte do Rio” faz 17 anos e apresenta obras de oito artistas

“A Arte do Rio” faz 17 anos e apresenta obras de oito artistas

Idealizado pela curadora Celina Azeredo, o evento apresenta coletiva anual e itinerante 

   Nesta 17ª edição, o seleto grupo - formado pelos artistas Benjamin Rothstein, Dirce Fett, Gilda Goulart, José Maria Dias da Cruz, Marco Cavalcanti, Sérgio Ferreira, Solange Palatnik e Yolanda Freyre - apresenta trabalhos no Consulado Geral da Argentina no Rio de Janeiro. “Este ano temos uma característica singular: a necessidade de conectar as linguagens visuais brasileiras e os olhares argentinos. A mostra pretende anunciar um encontro entre essas duas realidades”, explica Celina Azeredo. Na imagem acima, obra de Benjamin Rothstein, As Ninfeias, técnica mista s/canvas, 137 x 88 cm.

Os oito artistas

   Benjamin Rothstein apresenta pinturas com diferentes cenas cotidianas. Em seus trabalhos, o artista destaca e isola a figura humana, resultando em telas de grandes contrastes.

Dirce Fett, Aporia, acrílica s/tela, 120 x 200 cm

Dirce Fett, Aporia, acrílica s/tela, 120 x 200 cm

   Dirce Fett pinta a fauna e flora brasileiras em cores fortes e brilhantes.  A artista gaúcha, que escolheu o Rio para viver há mais de 40 anos, faz uma homenagem à Cidade Maravilhosa inserindo imagens dos principais pontos turísticos em seus trabalhos.

Gilda Goulart, série Severina, transfer da foto feito sob saco de farinha, bordado em ponto de alinhavo, 93 x 65 cm

Gilda Goulart, série Severina, transfer da foto feito sob saco de farinha, bordado em ponto de alinhavo, 93 x 65 cm

   Com mais de 50 anos de trajetória no mundo das artes, Gilda Goulart se dedica à manipulação de fotografias e mostra a natureza alterada pelo homem em queimadas e desmatamentos.  A artista também apresenta novamente a impactante série Severina, em que conta, com bordado, a trágica história de uma imigrante argentina que veio tentar a sorte na Cidade Maravilhosa.

José Maria Dias da Cruz, Sem título, óleo sobre tela, 50 x 60 cm

José Maria Dias da Cruz, Sem título, óleo sobre tela, 50 x 60 cm

   Renomado mestre na teoria da cor, com vários livros editados, José Maria Dias da Cruz mostra telas baseadas em uma profunda pesquisa de composição geométrica, que unem sincronicidade absoluta à rigidez das formas e à potência e vibração das cores.

   Marco Cavalcanti usa fotografias e design gráfico para especular situações e fenômenos que ocorrem dentro de computadores e em laboratórios e revelação analógica.

   Sergio Ferreira aborda de forma teatral o humano-mundano em suas pinturas com figuras femininas.

   Solange Palatnik apresenta a série de bailarinas, em que utiliza técnicas próprias de relevos feitos com colheradas de tinta em grandes formatos.

   Em lona preparada com aplicações de ouro, Yolanda Freyre promove uma viagem à antigas crenças e civilizações.

“A Arte do Rio 2017”

Abertura dia 4 de maio, das 19h às 22h

Término dia 25 de maio, às 18h

Galeria Antonio Berni, Consulado Geral da Argentina, Rio de Janeiro

Metrô carioca marca 100 anos do muralista “Gentileza”

Metrô carioca marca 100 anos do muralista “Gentileza”

MAM Rio inaugura espaço exclusivo para exibir acervo

MAM Rio inaugura espaço exclusivo para exibir acervo