Christiana Guinle mostra obras produzidas em Iphone

Christiana Guinle mostra obras produzidas em Iphone

“Décadence Noire” debate o feminino através de retratos que ilustram expressões urbanas

 Com curadoria de Nina Sales e direção artística de Marcio Goldzweig, são 15 fotografias e três instalações produzidas exclusivamente em Iphone. Christiana Guinle partiu do tema “mulher” para construir uma ponte entre o real e o insondável. “Telefones celulares atuais alcançam uma qualidade de imagem ideal para o trabalho da artista, ferramenta pessoal de laboratório experimental próprio. Então, Christiana captura, seleciona, modifica, pinta em camadas após camadas, filtros depois de filtros, aplicação após a aplicação, fundindo seu processo criativo com o mecanismo digital”, explica a curadora.

Christiana Guinle, fotografia

Christiana Guinle, fotografia

Tormentos contemporâneos

 Nos trabalhos de Christiana Guinle, cada filtro é uma marca, como índices de traços da alma. As obras respondem e se confrontam para contestar questões modernas e enfatizar os tormentos contemporâneos. A artista passeia por amor e crítica, violência e sensualidade, escuro e elegante, decadente e irresistível.

Aplicações infinitas

 Há dez anos, Christiana Guinle realiza pesquisas no campo da arte digital, questionando as novas tecnologias a serviço da expressão fotográfica. As obras nesta individual foram criadas unicamente em smartphone. A artista trabalhou diante de uma fonte inspiradora de mais de 40 mil itens, experimentando as possibilidades infinitas oferecidas pelas aplicações digitais.

Christiana Guinle, fotografia

Christiana Guinle, fotografia

Itinerância internacional

 Antes de ser apresentada no Rio de Janeiro, “Décadence Noire” foi apresentada com sucesso em Paris, na respeitada Maëlle Galerie,  e na Normandia, no Semaine de Quilly. Com abertura no Dia Internacional da Mulher, a mostra em solo carioca vai trazer ao debate questões sobre o papel das mulheres no campo da criação contemporânea na França e no Brasil, destacando  que a Galeria da Aliança Francesa do Rio prestigia exposições de fotografia contemporânea, artística e documental, valorizando propostas experimentais, audaciosas e sobre grandes temas da sociedade.

Christiana Guinle, fotografia

Christiana Guinle, fotografia

“Décadence Noire”

Abertura dia 8 de março de 2017, às 19h

Dia 10 de março de 2017, às 19h30, palestra Angela Âncora da Luz e bate-papo com a artista

Término dia 24 de abril de 2017, às 20h

Galeria Aliança Francesa - Botafogo, Rio de Janeiro

 

ARCO fecha Madrid em alta e se prepara para Lisboa

ARCO fecha Madrid em alta e se prepara para Lisboa

MAM Rio recebe a exposição “Gaudí: Barcelona, 1900”

MAM Rio recebe a exposição “Gaudí: Barcelona, 1900”