MADE edição 2018 traz o que há de melhor hoje

MADE edição 2018 traz o que há de melhor hoje

Mercado, Arte, Design - peças colecionáveis m programa imperdível no Ibirapuera

   Nessa sexta edição, de 27 de junho no 1º de julho, a MADE tem por objetivo mostrar o design e a qualidade do Brasil no design do projeto, integrando o chão das fábricas com o chão dos ateliês, mostrando a relação dos designers com a Indústria e com suas produções próprias. A curadoria de conteúdo do evento, assim como a seleção dos expositores, foi feita pelos irmãos Waldick Jatobá e Bruno Simões. E a organização ainda conta com o conselho consultivo participativo composto por Claudia M. Salles, Marcio Kogan, Corinna Sagesser, Maurício Eugênio e Jorn Konijn. Na imagem acima, luminária Miglia, assinada por Caio Superchi e Dimitrih Corrêa, jovens talentosos que vêm ganhando mercado interno e externo com trabalho de excelência e participam da MADE no bloco "Feito à mão" no Superchi Studio. 

 Zanini de Zanine, brinquedo Nelson Pequi, homenagem a Nelson Piquet, na Herança Cultural

Zanini de Zanine, brinquedo Nelson Pequi, homenagem a Nelson Piquet, na Herança Cultural

 Inês Schertel, banco Póvoa, camadas de lã manualmente feltrada podem servir como encosto

Inês Schertel, banco Póvoa, camadas de lã manualmente feltrada podem servir como encosto

 Paulo Goldstein, luminária articulada Foco, inspiração em filmes  stop motion , base de peróba

Paulo Goldstein, luminária articulada Foco, inspiração em filmes stop motion, base de peróba

Autoral

  A MADI traz designers que criam produtos modernos em pequena escala. São profissionais que chegam ao arrasar com peças singulares, jóias, obras de arte. Mas, eles também são populares na bagagem e experiências na frente da linha de produção industrial. Os nomes que podem ser desenvolvidos por meio de senso estético e de segunda geração autoral, são os seguintes: , mas também são capazes de colocar uma grande linha de produção. 

 Giácomo Tomazzi, poltrona Bo, pés de latão, traz geometria com inspiração em Lina Bo Bardi

Giácomo Tomazzi, poltrona Bo, pés de latão, traz geometria com inspiração em Lina Bo Bardi

Homenagem a Philip Johnson

   Philip Cortelyou Johnson foi um arquiteto (1906-2005 - EUA), foi um dos principais arquitetos do século XX e o primeiro a ganhar o prémio Pritzker, que actualmente é considerado o mais importante da arquitetura mundial . O tema escolhido por esta FEITO é inspirado em uma Exposição de Philip Johnson, em 1934, no MOMA. O arquiteto, curador e colecionador fez a seleção de objetos utilitários industrializados "feitos à máquina" como vidros, vidros, vidros de laboratório, instrumentos de engenharia entre outros, e, com base na estética da forma e dos materiais de cada um, colocados em pedestais. Essa apresentação deu um olhar sobre os pensamentos de esculturas, chamando a atenção do público para o exercício estético dos objetos de exercício sobre a humanidade. 

 Gabriel Mota, cadeira Mola, aposta na ergonomia, uma linha percorre o móvel - Coletivo 462

Gabriel Mota, cadeira Mola, aposta na ergonomia, uma linha percorre o móvel - Coletivo 462

Quem está na edição 2018?

GALERIAS

  • Artemobilia

  • Estúdio Mameluca 

  • Galeria Nicoli

  • Inn Gallery

  • LL Galeria

  • Maximiliano Crovato

 Carol Gay, S.O.M, vidro soprado amplifica som do celular, é original produzido artesanalmente

Carol Gay, S.O.M, vidro soprado amplifica som do celular, é original produzido artesanalmente

COLETIVOS grupo 1

  • Alva Design

  • Ateliê Julia Krantz

  • Atelier André Ferri

  • Atelier Rodrigo Calixto

  • Andrea Macruz e Paulo Otavio

  • Carol Gay

  • Casa Costillas

  • Dsgn Selo - Light Lab

  • Estúdio Leo Capote 

  • Estúdio Rika

  • F. studio

  • FETICHE® Carol Armellini & Paulo BiacchiI 

  • FORM - Olga Treivas & Vera Odyn

  • Gustavo Bittencourt

  • Inês Schertel

  • Marcos Amato

  • MEJI Design

  • Murilo Weitz

  • Nicole Tomazzi

  • Oficina Ethos

  • O Formigueiro

  • Rahyja Afrange

  • Ricardo Graham/ oEbanista

  • Rodrigo Ohtake

  • T44 Studio / Luiza Caldari 

  • Woo design by gustavo dias

  • YANKATU – Design com Alma

 Leandro Garcia, mesa Toco, base de madeira maciça e diferentes alturas para formar conjuntos

Leandro Garcia, mesa Toco, base de madeira maciça e diferentes alturas para formar conjuntos

 Eduardo Borém, coleção Aterrário, uma homenagem do autor aos seus avós 

Eduardo Borém, coleção Aterrário, uma homenagem do autor aos seus avós 

 Renata Gutierrez e James Rowland, banco Knót, madeira de demolição e cobre, feitos a mão

Renata Gutierrez e James Rowland, banco Knót, madeira de demolição e cobre, feitos a mão

COLETIVOS grupo 2

  • Cadu Silva

  • Coletivo 462

  • Cultivado em Casa

  • Eduardo Borém

  • Estúdio Greta

  • Felipe Uzum

  • Gabbo Torres

  • Get Lost Studio

  • Giacomo Tomazzi Studio

  • I l u d i .

  • Knót Artesanal

  • Leandro Garcia

  • Leon Ades

  • Leonardo Di Caprio

  • Manu Reyes

  • Marcelo Caruso

  • Miriam Loellmann

  • MoBu atelier

  • Noemi Saga Atelier

  • Ofício Lenho

  • Olavo Machado Neto / Omstudio

  • Paulo Goldstein

  • Renato Périgo

  • Studio Massa - Renata Távora Brennand

 Leo Capote, mesa de jantar Registro, resgate a usados e reutilização com novas funções  

Leo Capote, mesa de jantar Registro, resgate a usados e reutilização com novas funções  

HAND MADE

  • Aline Rocha - Handmade in Brazil

  • Bottletop

  • Calu Fontes 

  • Carolina Peraca

  • Casa na Árvore

  • Estúdio Prole

  • Eurico Humano

  • Fabiana Queiroga

  • luisa velludo

  • Mari Dabbur - entre mãos e obras

  • marinabdias

  • Massa Branca

  • Mel Kawahara

  • Monica Giannella

  • Naifactory - Silvana Catazine & Joseán Vilar

  • papelaria

  • Paula Juchem

  • Roan Florez

  • Roberto Romero

  • Sabrina Borges 

  • Superchi Studio

  • Studio Heloisa Galvão

  • Studio Thiago Bicas

  • TAS Jóias

  • Thais Costa

  • Zanine de Zanini para Herança Cultural

 Rahyja Afrange, banco Grelha, coleção Artesania, marcenaria com corte de jato de água

Rahyja Afrange, banco Grelha, coleção Artesania, marcenaria com corte de jato de água

Programa Cultural 

   Na programação, a MADE amplia a programação e promove conversas, sessões de filmes e exposições. Veja a seguir detalhes desse roteiro:

TALKS (auditório) sem tradução simultânea, nos casos da língua inglesa

   28 de junho - 16h - Philip Johnson: Machine Art Revisited, por Hilary Lewis, Diretora Curadora da The Glass House – Connecticut, USA.//17h – Design and its Contrary, por Robert Stadler, Designer do Ano MADE 2018 – Paris, França.

   29 de junho - 16h - To See a World in a Grain of Sand, por Dries van Wagenberg, Designer do Atelier NL, Amsterdã, Holanda.//17h - Projeto Pacha, por Mario Alonso Ricci Garay, Arquiteto e Idealizador da exposição homônima – Lima, Peru.// 18h – Creativity and Thinking Outside the Box, por Sergei Strelsov, Pensador e Designer Industrial – Moscow, Russia.

   30 de junho - 16h - Eu Falo Colher, por Sergio Cabral, idealizador e curador da exposição homônima – São Paulo, Brasil.//17h – Creative Destroyer, por Roan Florez, Escultora e Designer Conceitual – California, USA.//18h – Can the architect be a product designer?, por Vera Odyn, Co-fundadora e Sócia do Studio FORM – Moscow, Russia.

EXPOSIÇÖES

   Studio Reconstitution – Robert Stadler (França) - Essa exposição tenta trazer o universo criativo do designer dessa edição, combinando imagens de produtos e protótipos originais. 

   Philip Johnson: Machine Art Revisited (Estados Unidos) - Exposição tema desse ano. Será criado um espaço com reproduções de fotos da exposição original de 1934 em grande formato, e uma das instalações será recriada dentro da feira, sob o olhar da Curadora Chefe e Diretora Criativa da Fundação Glass House, Hilary Lewis.

   Pacha (Peru) - Designers da UPC - Universidade Peruana de Ciências Aplicadas, comandada pelo arquiteto Mario Alonso Ricci Garay, ao lado do chef de cozinha Diego Oka, criaram serviços de mesa em cristal e mármore para enaltecer a cozinha peruana contemporânea.

   Growroom (Dinamarca) - O projeto Growroom, comandado pelos arquitetos dinamarqueses Sine Lindholm e Madis Ulrich Husum, é parte da iniciativa SPACE 10 e explora as possibilidades de uma horta urbana de maneira  local e sustentável através da fabricação digital.

   Eu Falo Colher (Brasil) - O designer industrial Sérgio Cabral apresenta a exposição “Eu Falo Colher”, que tem como ponto de partida memórias da infância onde a imagem do uso da colher era recorrente pela sua mãe, tanto para cozinhar quanto para reeprender e educar. Diante disso, ele convidou os designers Carol Gay, Cristiana Bertolucci, Murilo Weitz, Noemi Saga, Natasha Schlobach, Paulo Alves, Ricardo Cardim, Super Limão Studio, e sua mãe Flávia Rocco, para participarem da exposição. Os profissionais doaram pedaços de madeira – matéria-prima com os quais estão acostumados a trabalhar – para ele desenvolver peças únicas e exclusivas. 

   Operários (Brasil) - Com a escolha do Machine Art como tema da feira, o artista plástico Marcelo Tolentino propõe  um painel para o espaço da Mitsubishi com o objetivo dee mostrar uma outra parte fundamental do processo industrial: as pessoas por trás das máquinas. Numa releitura da clássica pintura “Operários” de Tarsila do Amaral, a ideia é retratar, utilizando o barro como matéria-prima, parte do quadro de funcionários da própria Mitsubishi, patrocinador do evento. 

   Sandproject for Atelier NL (Holanda) - Essa exposição com a curadoria de Jorn Konijn será mostrada pela primeira vez fora da Europa. Serao apresentados objetos de vidro feitos com areia recolhidade de diversas partes do mundo, conforntando a industri que geralmente só utiliza a mais pura e branca sílica. Atraves de uma forte pesquisa feita para o projeto, o Atelier NL aborda o universo do design e meio-ambiente de forma lúdica e única.

   Engrenagens (Brasil) - Este painel, criado artesanalmente pela designer Carla Pagliuca,  mostra a relação entre a indústria e o artista/artesão. As peças feitas em crochê no formato de engrenagens, mostram que além de fornecer matéria prima para a criação, a indústria também pode ser fonte de inspiração.  

FILMES

   Dias de 27 de junho de 2016, 16:00 - 17:00 - 17:00 - exibição de filmes de design e arquitetura cedidos por alguns canais

 Rodrigo Almeida e Eduardo Fukushima, rede-casulo em reverência aos parangolés de Hélio Oiticica, apresentada em performance na abertura para convidados no dia 26 de junho

Rodrigo Almeida e Eduardo Fukushima, rede-casulo em reverência aos parangolés de Hélio Oiticica, apresentada em performance na abertura para convidados no dia 26 de junho

"MADE - Mercado, Arte, Design"

Abertura dia 27 de junho

Término dia 1º de julho de 2018

Pavilhão da Bienal - Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s / n) São Paulo

Horários: De sexta a sexta, das 13h às 21h; Sábado, das 12h às 21h e Domingo, das 12h às 19h

Ingressos a R $ 30 (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada / bilheteria até 18h)

 Os sócios da MADE Bruno Simões, Elcio Gozzo e Waldick Jatobá Foto: Massimo Failutti/MADE

Os sócios da MADE Bruno Simões, Elcio Gozzo e Waldick Jatobá Foto: Massimo Failutti/MADE

MIS apresenta bastidores do suspense de Hitchcock

MIS apresenta bastidores do suspense de Hitchcock

O encontro dos caminhos de Leda Catunda e Alcides na Estação

O encontro dos caminhos de Leda Catunda e Alcides na Estação