O convite de Alexandre Sá em "Passagens // Transferências"

O convite de Alexandre Sá em "Passagens // Transferências"

Com curadoria de Fernanda Pequeno, a mostra acentua o desejo do artista de provocar o pensamento

As obras de Alexandre Sá oferecem estímulos que atraem o espectador. São vídeos, objetos e instalações criados a partir de pequisa em acervos de escritores. Há pelo menos 14 anos, Alexandre Sá colhe pequenos trechos de autores célebres como o romano Ovídio (43 a.C. - 18 d.C.) - poeta que escreveu sobre amor, sedução e exílio, autor da tragédia perdida "Medéia" e de três das grandes coleções de poesia: Heroídes, Amores e Ars Amatoria; e o francês Georges Bataille (1897-1962)  cuja obra se enquadra tanto no domínio da Literatura como no campo da Antropologia, Filosofia, Sociologia e História da Arte, tendo o erotismo, a transgressão e o sagrado como temas abordados em seus escritos. Segundo a curadora, a mostra "enfatiza a deambulação e o fragmento, em detrimento da narrativa, estimulando o observador a fixar-se em alguns desses fios soltos que compõem a mostra".

Alexandre Sá, vídeo, 2016

Alexandre Sá, vídeo, 2016

"A criação de ambientes imersivos proporciona pausas e desacelerações, em que o observador é convidado a flanar pela mostra, em vez de melancólica e simplesmente constatar sua incapacidade de apreendê-la em totalidade. Os vídeos que dão título à exposição, em sua longa duração, assim como as projeções de luz sem imagens tornam-se, então, chaves para silêncios sonoros e visuais, experiências de identificação que podem proporcionar vínculos profícuos, desde que o espectador esteja disponível para aderências e atravessamentos mútuos, que têm se tornado cada vez mais raros", afirma Fernanda Pequeno.

"Passagens // Transferências"
Abertura dia 17 de dezembro, às 15h
Término dia 19 de fevereiro, às 19h
Paço Imperial, Rio de Janeiro

 

 

 

CCBB apresenta "Diversidades" no Madrugada no Centro

CCBB apresenta "Diversidades" no Madrugada no Centro

"Eterno retorno" traz obras de Antonia Dias Leite

"Eterno retorno" traz obras de Antonia Dias Leite