O traçado surpreendente de Rubem Grilo

O traçado surpreendente de Rubem Grilo

A individual apresenta 148 obras inéditas e recentes em formato miniatura e seis xilos da “Cinematográfica”

 Reconhecido como um dos mais importantes xilogravadores brasileiros, Rubem Grilo mostra nesta individual o rico conjunto que produziu para o livro “Classificados e nem tanto”.  A exposição homônima ao livro tem curadoria de Thais Hilal. São xilogravuras, coloridas à mão por Grilo, que também assina o projeto gráfico do livro com texto de Marina Colasanti. “Escolhi a xilogravura pelo fato de ela ser direta e me permitir o envolvimento com duas experiências básicas e complementares, o desenho e a gravação. Tem a ver com uma visão de mundo, a concentração em mim mesmo, propiciada pela intensidade da prática manual e do olhar, em busca do aprimoramento e autoconhecimento por meio da dilatação da experiência”, explica Rubem Grilo. A individual inclui  “Cinematográfica”, seis obras em formato de friso, de 05 X 160 cm, com narrativa de conteúdo circular; e uma obra editada em vídeo por Adriana Maciel.

 

Xilogravuras do imaginário

O livro infantojuvenil “Classificados e nem tanto” (96 páginas/R$ 49/Galerinha Record) relaciona as inúmeras opções que podemos encontrar nos anúncios, os chamados “classificados”. Vende-se casa, carro, cachimbo ou cavalo. Vende-se escova, bicicleta, festa junina ou guaraná. Mas, quando se tem imaginação, não há limite que baste: em três ou quatro linhas, encontram-se amigos imaginários, estrelas cadentes, grafiti sem muro e até um abacaxi maduro. Para quem procura coisas difíceis de achar, é só abrir este livro e encontrar o que sua imaginação mandar.

“Classificados e nem tanto”
Término dia 14 de janeiro, às 19h
Oá Galeria, Vitória

 

“Vontade de Mundo” traz recorte na Coleção MAC Niterói

“Vontade de Mundo” traz recorte na Coleção MAC Niterói

Retrospectiva da obra de Jorge Salomão

Retrospectiva da obra de Jorge Salomão